Homicídios e latrocínios caem, mas feminicídios aumentam no RS em maio

10/06/2021
Fonte: GZH

Fonte: GZH

O mês de maio terminou com redução de 29% nos homicídios no Rio Grande do Sul, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (10) pela Secretaria da Segurança Pública (SSP). No mesmo período, os latrocínios (roubo com morte) também tiveram queda, de 25%. Por outro lado, os feminicídios registraram aumento de 14,3% no Estado na comparação com igual mês do ano passado. Veja os principais indicadores:

 

Homicídios

O número de vítimas de homicídio passou de 176 para 125 na comparação entre maio de 2020 e o mês passado. No acumulado desde janeiro, a queda é de 20,2%. Em ambos os recortes, segundo a SSP, o dado atual é o menor desde 2007. Em Porto Alegre, houve uma vítima a menos em maio do que no mesmo mês de 2020, passando de 27 para 26 (queda de 3,7%). No acumulado do ano, a redução é de 18,1% no indicador — de 138 vítimas nos cinco primeiros meses de 2020 para 113 neste ano.

 

Latrocínios

Outro crime que apresentou redução recorde em maio no Rio Grande do Sul foi o latrocínio, que atingiu o menor número para o mês em toda a série histórica, iniciada em 2002. Foram registrados três casos em todo o Estado, um a menos (-25%) que no mesmo período do ano passado. No acumulado desde janeiro, a soma de roubos com morte no Estado também é a menor desde o início da série histórica, conforme a SSP. De 28 crimes do tipo no ano passado, foram registrados 25 em 2021, o que representa retração de 10,7%.

 

Feminicídios

O crime contra a vida que ainda apresenta alta no Estado é o assassinato de mulheres em razão de gênero. Maio terminou com oito feminicídios, um a mais que no mesmo mês do ano passado (14,3%). No acumulado desde janeiro, contudo, o Estado ainda mantém redução nesse tipo de crime, com 42 casos, um a menos na comparação com igual intervalo de 2020 (-2,3%).

 

Roubo de veículo

O número de ocorrências, que em maio do ano passado foi de 719, caiu 47,1%, para 380 registros no mesmo mês de 2021. É o menor total para o período em toda a série histórica, iniciada em 2002, e apenas quatro casos a mais do que a marca mais baixa já verificada no intervalo de um mês desde o início da contabilização – o que ocorreu em novembro de 2020.


› Compartilhe

COLUNAS

Renovação de vida (2)

Renovação de vida (2)

Opinião   28/09/2021

Semana Nacional da VIDA

Semana Nacional da VIDA

Opinião   21/09/2021

FOTOS DO DIA

Um bom lugar para um ninho de passarinho (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2021, Todos os direitos reservados Agência Vela