Governo do RS e FGF descartam retorno do Gauchão em maio após reunião

06/05/2020
Fonte: Globo Esporte

Fonte: Globo Esporte

O futuro do Campeonato Gaúcho continua incerto. Na tarde desta terça-feira o governador do Estado, Eduardo Leite, recebeu no Palácio Piratini o presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), Luciano Hocsman (foto), para uma reunião sobre o retorno do futebol. No encontro, ficou descartado retomar o a competição no mês de maio. A Federação apresentou uma minuta com um protocolo para as partidas. Também estiveram presentes na reunião o secretário estadual do Esporte e Lazer, João Derly, o vice-governador, Ranolfo Vieira Júnior, e o chefe de gabinete, Paulo Morales.
— Vamos avaliar esses protocolos sugeridos pela federação e considerar no próximo decreto, que vem a ser até a sexta-feira. Qual é o grande desafio aqui? O que torna especialmente difícil conseguir enxergar neste momento um retorno seguro ao futebol. É que o campeonato estadual precisa de uma regra uniforme no território. E o novo protocolo justamente vai não pela uniformidade do Estado, mas sim pela regionalização — afirma o governador.
— Maio não tem condições, até pelas questões do retreinamento. Sabemos que tem cidades que não autorizaram qualquer atividade. No mês de maio posso afirmar que não tem como jogar futebol — diz o presidente da FGF.
Hocsman relatou que a reunião tratou de protocolos criados pela Federação para um eventual retorno às atividades. Número reduzido de pessoas, com no máximo 180 participantes já contando a delegações dos clubes e testes aos atletas antes da primeira rodada de reinício estão entre as medidas. Tudo isso será avaliado pelos órgãos estaduais a partir desse encontro. A FGF disponibilizaria a todos os clubes 50 testes no momento de retorno aos treinamentos e também outros 50 para o reinício da competição. Após o final da fase classificatória, seria analisado a necessidade de nova bateria de testes.
— Colocamos questão da chegada do campo de jogo, posicionamento, de ônibus, transporte das delegações, uso de máscara no período antes da competição, quantitativos de delegação, de operação. Apresentamos a ideia da FGF quanto ao quantitativo de testes e momentos destes testes. Disposição da imprensa no entorno do gramado e algum cenário de datas possíveis, que entendemos por não fazer qualquer tipo de previsão, queremos fazer uma coisa de cada vez e o cenário vai mudando dia a dia — destacou Hocsman ao GloboEsporte.com na saída da reunião.
O governador também projeta um futuro incerto, afirmando ser “impossível” prever os próximos meses no estado, relacionado aos casos de coronavírus, o que impacta diretamente no retorno ou não do Campeonato Gaúcho.
— Mesmo que retomássemos o campeonato agora, ele levaria mais dois meses para ser concluído, entre tempo preparatório, de remobilização, os treinos e o período necessário para os jogos. Absolutamente impossível neste momento conseguir fazer uma projeção do que teremos efetivamente pelos próximos dois meses — afirma Leite.
O Campeonato Gaúcho está suspenso desde o dia 16 de março, após o encerramento da terceira rodada do returno. Na tarde desta terça-feira, Grêmio e Inter retornaram aos treinos presenciais.

 


› Compartilhe

  • Instagram

COLUNAS

A dignidade da família

A dignidade da família

Coluna da Fé   21/10/2020

A educação e o espírito

A educação e o espírito

Coluna da Fé   16/10/2020

Como podemos agir neste mundo?

Como podemos agir neste mundo?

Coluna da Fé   15/10/2020

FOTOS DO DIA

A beleza do beija-flor captado em pleno voo pelo fotojornalista Octacílio Freitas Dias

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela