Escolinhas de futebol ainda não sabem quando poderão retomar treinos

05/06/2020
Atividades foram suspensas ainda em março

Atividades foram suspensas ainda em março

A pandemia da Covid-19 atinge a todos, direta ou indiretamente. A garotada em idade escolar, que teve que se adaptar a novas formas de ter aula, também se viu privada de uma hora para outra da prática esportiva, principalmente quando o assunto são esportes coletivos que exigem contato físico. A situação preocupa inclusive os clubes, que foram obrigados a suspender treinos e jogos desde a segunda quinzena de março.
O Projeto Prata da Casa, da AECB União, está parado desde o primeiro decreto sobre distanciamento social. “Estávamos com 191 alunos no momento da parada, no final de março. E desde então estamos no aguardo de um possível retorno, mas diferente das academias, que estão voltando aos poucos, nós temos que nos ajustar com o que será feito nas escolas, porque trabalhamos com muitos meninos pequenos, e é mais difícil para eles associar esta questão do não contato. Aliás, a questão do contato é outro agravante. As equipes que estão treinando, estão dando ênfase na questão física, respeitando o distanciamento, e não temos como trabalhar fisicamente com as categorias menores”, comenta o coordenador Marco Antonio Gallas. Outra incógnita são os campeonatos previstos para a temporada de 2020. “As competições que disputávamos também estão suspensas. Quando voltarem as atividades nos clubes, as competições serão rediscutidas, mas é bem provável que sejam reorganizadas de forma diferente do que vinham sendo disputadas”, afirma Gallas.
O futuro incerto traz ainda preocupações administrativas. “Estamos um pouco receosos com a questão financeira, já que desde que paramos as atividades não temos tido qualquer receita. Não estamos cobrando a mensalidade dos alunos. Nem seria justo afinal, eles não estão treinando. Estamos pagando as despesas fixas com a ajuda de algumas pessoas do clube, fizemos a suspensão dos contratos de trabalho dos professores, mas se demorar muito para voltarmos aos treinos, não sei como vamos fazer”, destaca o coordenador do Projeto Prata da Casa.


Futsal depende da reabertura de ginásios
A Escolinha do Clube 7 de Setembro completou 5 anos de atividades no último dia 28 de maio, bem em meio à pandemia. A comemoração se deu através das redes sociais, com depoimentos de grandes nomes do esporte, como os ex-jogadores Iarley e Danrlei. 
Segundo o coordenador Antônio Carlos Amaral, popular Manteiga, os treinos e jogos estão suspensos desde o dia 18 de março. “Logo no início, propomos algumas atividades via WhatsApps. Quanto ao retorno, estamos esperando a liberação das autoridades em relação a reabertura dos ginásios. Caso venha acontecer, vamos procurar nós adequar às regras exigidas”, comenta. 
Atualmente, a escolinha de futsal conta com 80 atletas, entre meninos e meninas. “Estávamos nos preparando para jogar a Copa AGPF e a Copa Feevale, mas as competições foram suspensas por enquanto. Esperamos que possamos retornar aos treinos o mais breve possível”, conclui Manteiga.


› Compartilhe

  • Instagram

COLUNAS

A educação e o espírito

A educação e o espírito

Coluna da Fé   16/10/2020

Como podemos agir neste mundo?

Como podemos agir neste mundo?

Coluna da Fé   15/10/2020

Acorde! O Reino ainda pode ser seu...

Acorde! O Reino ainda pode ser seu...

Coluna da Fé   08/10/2020

FOTOS DO DIA

A beleza do beija-flor captado em pleno voo pelo fotojornalista Octacílio Freitas Dias

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

BOLETIM CORONAVÍRUS
21/10/2020SAÚDE
BOLETIM CORONAVÍRUS
Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela